Vereadores cobram melhorias no atendimento da UPA 24 horas e das UBS's

por Marilva Keesen Greco última modificação 17/04/2018 10h48
Durante o uso da tribuna pelos vereadores, na reunião ordinária desta segunda-feira, 2 de abril, foram cobrados mais médicos nas unidades básicas de saúde.

O Vereador Ênio Talma disse que estão faltando médicos em unidades básicas de saúde, o que sobrecarrega o atendimento na Unidade de Pronto Atendimento - UPA e no Hospital, o secretário de saúde precisa verificar a questão.

O vereador Márcio Lara apresentou dados de atendimento na UPA, citando casos que não têm necessidade de serem encaminhados para a unidade. "UPA se destina a urgências e emergências, acredito que o secretário deve observar mais seus coordenadores, ir aos postos de saúde, muitas coisas podem  ser resolvidas com diálogo, há funcionários de postos que preferem encaminhar para a UPA casos que deveriam ser resolvidos nos postos".

O vereador Dé Pedreiro relatou que, na última quarta-feira, foi chamado para levar uma senhora ao posto de saúde do bairro Walter Martins, e não havia médico no posto. "Essa UBS atende parte do bairro Padre Libério e os bairros Walter Martins e Cecília Meireles e, é uma vergonha não ter o clínico geral e isso não pode acontecer, pois tive que levar a paciente para a UPA,. Fui informado que o médico da unidade básica de saúde estava de férias, mas estiver de férias, deve-se colocar outro em seu lugar", afirmou o parlamentar.

O vereador Ênio Talma disse ainda que, conversou com um médico que trabalha no Hospital Nossa Senhora da Conceição e perguntou-lhe o que ele acha da situação do Hospital, o profissional lhe informou que os médicos estão recebendo seus pagamentos em dia, os salários atrasados não foram recebidos, mas os atuais estão sendo pagos em dia, o que é positivo. 

Veja mais fotos aqui.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Pará de Minas.