Transporte coletivo urbano é novamente criticado por vereador durante uso da tribuna

por Marilva Keesen Greco última modificação 07/06/2018 13h55
Nesta segunda-feira, 4 de junho, os vereadores manifestaram indignação com a falta de iluminação em diversas ruas, aumentando a insegurança da população e também as constantes reclamações sobre a situação irregular da empresa Turi que presta serviço de transporte coletivo urbano, voltaram a ser alvo de críticas do vereador Mário Justino. Confira o que falaram os vereadores durante o uso da tribuna.

O vereador Ênio Talma disse que tem havido muitas queixas quanto à falta de iluminação em ruas do centro da cidade, por exemplo a rua Doutor Lage, que fica constantemente escura. "Nessa rua acontecem frequentemente roubos, assaltos, sendo que foi prometido que seriam colocadas lâmpadas que iluminariam mais as ruas, inibindo a ação de meliantes, o que até hoje não foi feito, a prefeitura deve à cidade explicações em relação à instalação do programa Olho Vivo, à colocação de lâmpadas de lead. É preciso colaborar com a Polícia Militar, diminuindo a quantidade de chances para que pessoas pratiquem delitos. Hoje, o cidadão fica preso em casa, refém dentro de sua própria residência, havendo necessidade de um retorno ao tempo antigo, quando a principal célula de sobrevivência, que é  a família, era preservada". 

O vereador Toninho Gladstone parabenizou a educadora ambiental Sônia Naime pela participação nesta reunião, abrindo a VI Semeia – Semana Municipal de Meio Ambiente, frisando  a necessidade de parabenizar a dedicação e a luta constante de Sônia.  O vereador também leu correspondência enviada pelo deputado Eduardo Barbosa, informando pagamento de última parcela de recursos oriundos de emenda parlamentar de autoria do deputado no  valor de R$86.385,00, cujo valor integral é de R$431.925,00, tendo como finalidade a construção de quadra de futebol no Clube Atlético Paraminense e reforma e ampliação de quadra poliesportiva no bairro Vila Maria.

O vereador Dé Pedreiro disse que recebeu em seu gabinete, nesta data, o deputado federal Diego Andrade, o qual comunicou que foi custeado o valor de R$500.000,00 para a área de saúde de Pará de Minas, tendo sido liberada nesta data a ordem de pagamento do valor de R$250.000,00, e que estão sendo destinadas ao município duas ambulâncias, dois aparelhos odontológicos e um para exames de colonoscopia, o que será de grande utilidade para o município, frisando que, em 2015, o deputado trouxe um tomógrafo para Pará de Minas e que virão mais investimentos. O vereador Dé agradeceu o deputado por estar investindo em Pará de Minas, por todo o apoio e preocupação com a população.

O vereador Márcio Eustáquio Rodrigues agradeceu os vereadores por terem votado a favor do projeto de lei de sua autoria incluindo a Festa do Rosário no calendário oficial de eventos do município de Pará de Minas e ao presidente da Irmandade dos Nonatos e demais integrantes que compareceram a esta reunião da Câmara.

O vereador Mário Justino da Silva disse estar indignado com a empresa Turi, responsável pelo transporte coletivo urbano em Pará de Minas, e com a prefeitura de Pará de Minas.  "Nesses 25 anos que resido em Matinha, nunca havia faltado transporte coletivo na localidade e, pela primeira vez, faltou transporte coletivo no feriado de Corpus Christi e no último domingo. Quero saber se não se trata de retaliação a minha pessoa, devido às denúncia que fiz ao Ministério Público contra a empresa e contra o prefeito. A Turi está trabalhando sem contrato, portanto, de forma irregular, estou cumprindo meu papel de defender a população e de nada resolverá me chamarem em gabinetes para me amedrontar e ameaçar. Estou representando o povo, O transporte foi cortado nos bairros mais periféricos, ao passo que, no centro da cidade, existe todo o transporte necessário, e quem mais precisa do transporte é a classe trabalhadora, que ganha um salário mínimo. Esta semana estive no alto do bairro Senador Valadares e observei que as pessoas do local não contam com transporte coletivo, por isso registro meu repúdio à política pública de Pará de Minas no segmento do transporte público, ao gestor público e sua equipe. Peço aos vereadores para averiguarem a questão e me ajudarem para que a população seja  bem atendida. O prefeito recebe aproximadamente dezenove salários mínimos por mês, os secretários municipais recebem aproximadamente nove salários mínimos mensais, assim como os vereadores, e todos têm a responsabilidade de representar bem o povo". O vereador Mário Justino da Silva ressaltou que o gestor público é responsável pela situação e tem que tomar providências, pediu ao presidente ajuda para que a população tenha realmente serviços de qualidade prestados, frisou que não somente o transporte coletivo está ruim,mas a gestão está péssima e precisa melhorar, de modo que, se for necessário trocar secretários, funcionários, que sejam trocados, o que não pode é a população ficar prejudicada.

O presidente da Câmara, vereador Marcus Vinícius Rios Faria disse que uma coisa a mais para se preocupar é que a prefeitura anunciou que o setor de Tratamento Fora do Domicílio - TFD está sendo transferido para o prédio onde funcionava o Pronto Atendimento, de modo que será necessário melhorar o transporte público para bem atender quem precisa se dirigir ao TFD.

O vereador Dé Pedreiro parabenizou o vereador Mário Justino da Silva por sua fala, questionou por que  não se  faz interligação de ônibus que passam pelo bairro Santos Dumont a bairros como o Senador Valadares.

O vereador  Toninho Gladstone disse que reconhece a luta do vereador Mário Justino da Silva pelo transporte público, pontuou que outros bairros, como Jardim Oliveiras e Eldorado, também enfrentam problemas com transporte, esses bairros crescem dia a dia e estão sem transporte, ele apresentou requerimentos pedindo transporte para esses bairros, pelo menos em horários de pico, mas até hoje as solicitações não foram atendidas, frisou é que um agravante o TFD ser transferido para o bairro Senador Valadares e que ele também registra indignação em relação ao transporte coletivo de Pará de Minas.

O vereador Márcio Lara parabenizou o vereador Mário Justino da Silva pela atitude, disse que está para chegar à Casa projeto para tratar da questão da empresa Turi, a qual está trabalhando sem que haja um contrato firmado com o município. "O prefeito está fazendo  a mudança do endereço do TFD com o objetivo de economizar e que a casa que abriga o órgão foi pedida, e da mesma forma que moradores pegam ônibus para se dirigirem ao TFD, no centro da cidade, moradores terão pegar ônibus para irem ao TFD no bairro Senador Valadares, ninguém ficará prejudicado e, se fosse o caso de atender todas as pessoas, seria necessário haver um TFD em cada bairro".

O vereador Marcílio de Souza parabenizou o vereador Mário Justino pela luta em favor do transporte coletivo urbano. "É necessário que sejam tomadas providências, que estão sendo feitos cortes de lotações em diversos bairros, a empresa responsável pelo transporte precisa ter condições de atender a população, as reclamações são diversas, e eu entendo que, da forma como está hoje, a situação está irregular. 

Veja mais fotos aqui.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Pará de Minas