Parlamento Jovem da Câmara de Pará de Minas encerra etapa de oficinas de palestras

por Marilva Keesen Greco última modificação 08/05/2018 15h50
O programa Parlamento Jovem encerrou na manhã desta sexta-feira, 27 abril, o ciclo de oficinas de palestras sobre a violência contra a mulher. O tema em debate durante este ano de 2018, envolve diversas atividades, com os jovens estudantes das escolas estaduais Avanny Villena, Ângela Maria e Nossa Senhora Auxiliadora.

A última palestra desta etapa de oficinas aconteceu em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e foi ministrada pela assistente social do CRAS Central, Marília Araújo. "É preciso prevenir esse tipo de violência que tem índices muito altos. São justamente os adolescentes os mais atingidos. Por isso, trouxemos esse assunto a esses jovens. Oportunidades com essa são boas para fortalecer a disseminação das informações”, destacou a profissional.

O objetivo é proporcionar aos jovens os conhecimentos relacionados ao funcionamento do Poder Legislativo. Também são apresentadas informações importantes na formação política dos cidadãos. Todo ano é escolhido um tema para ser abordado com os estudantes da rede pública de ensino. Em 2018 está sendo abordada a “Violência contra as mulheres”. Um grave problema social que precisa ser combatido.

O secretário da pasta, Vilson Antônio dos Santos aprovou a iniciativa da Câmara em desenvolver projetos como Parlamento Jovem. “É muito importante essa parceria entre os poderes Executivo e o Legislativo. Palestras como essa abrem os olhos das pessoas sobre a realidade da violência contra a mulher. Temos que acabar com isso e realizar mais políticas públicas para combater essa violência”, comentou o secretário.

Participam desta 3ª edição, aproximadamente, 90 adolescentes que estudam nas Escolas Estaduais Ângela Maria de Oliveira, Avany Villena Diniz e Nossa Senhora Auxiliadora. Um deles é Vitor, que destacou como foi boa a ideia de entrar para o programa. “Foi uma ótima oportunidade para nós conhecermos mais sobre os temas apresentados pelo Parlamento Jovem, ainda mais sobre a violência contra a mulher. É uma oportunidade de criar novas ideias e espalhá-las por aí”, disse  Vítor Torres Pereira, 17 anos, aluno Escola Estadual Avany Villena.

Após a palestra, houve uma apresentação do grupo de teatro 16 barra 2, composto pelos alunos do curso de Artes Cênicas da UFMG, que preparam a peça teatral com tema específico e inédito para o encerramento desta etapa, na Câmara Municipal de Pará de Minas. Maia Portugal, atriz e diretora do grupo falou desse momento com os estudantes. "Criamos essa apresentação exclusiva para abordar o tema do Parlamento Jovem. A ansiedade da estreia é natural, pois é um tema muito forte e real, a violência contra a mulher. A proposta da peça é mostrar como a violência acontece de maneira sutil e muitas vezes nem percebemos que somos violentadas e agredidas verbalmente, psicologicamente e por fim física e sexualmente. Esse é o papel do teatro de promover a mudança e alertar as pessoas para aquilo que achamos que é normal e não é".

A diretora a Escola do Legislativo Alfeu Silva Mendes, Aparecida Santos fez uma avaliação positiva dessa primeira etapa. "Fiquei muito feliz com o resultado dessa primeira etapa, pois recebi relatos de professores e alunos sobre o amadurecimento e a mudança positiva de comportamento. Os alunos mostraram uma consciência crítica, formação política das ideias e dos debates voluntários entre eles nas escolas.. Tudo isso é a base para as próximas fases do Parlamento Jovem até o final do ano".

Veja mais fotos aqui.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Pará de Minas