Uso da tribuna por vereadores agitou reunião ordinária do dia 26 de março

por Marilva Keesen Greco última modificação 02/04/2018 16h25
Loteamento no bairro Serra Verde, limpeza de diversas ruas, patrolamento de estradas rurais e obras inacabadas foram alguns assuntos que esquentaram o debate entre vereadores no uso da tribuna, nesta semana.

O vereador Niltinho do São Cirstóvão pediu ao secretário municipal de obras que providencie os reparos necessários em  rotatória no bairro Jardim América. "Essa solicitação foi feita há 120 dias, e nesse tempo, cobrei diversas vezes a realização do serviço, mas nada foi feito. A situação é complicada, a rua está praticamente intransitável. O parlamentar ainda pontuou que entrou com requerimento na semana anterior, solicitando limpeza nos arredores da Unidade Básica de Saúde do bairro São Cristóvão, onde também se encontra um centro municipal de educação infantil. "O mato está muito alto, sendo lastimável a situação, por isso, reforço meu o pedido de que a secretaria realize o serviço com a maior brevidade possível". 

O vereador Ênio Talma pediu providências em relação ao bairro Serra Verde. "O bairro necessita de limpeza. Na parte alta, onde foi feito um loteamento que resultou em inúmeros transtornos para a comunidade, a população está sofrendo muito com chuvas e enxurradas". 

O vereador Marcus Vinícius Rios Faria (Marcão) ressaltou a fala do colega, afirmando que, com duas contenções que foram feitas no local, dois moradores ficaram praticamente ilhados. "Esses moradores têm grandes dificuldades de conseguir chegar em casa, sendo urgente a realização de melhorias, considerando que a situação é precária, principalmente no período noturno", comentou.

O vereador Rodrigo Varela disse que acompanha o caso do bairro Serra Verde desde a gestão passada. "O loteador fez um péssimo serviço, e a população está sofrendo há um bom tempo, alguma coisa precisa ser feita, os vereadores, como legisladores, têm que fiscalizar e cobrar, inclusive do judiciário", afirmou.

O vereador Dé Pedreiro disse que apresentou vários requerimentos relacionados ao caso na gestão passada e enviou um ofício ao Ministério Público, porém, até hoje, não recebeu resposta alguma.

O vereador Márcio Lara disse que é preciso analisar de quem é a culpa e, se o loteador agiu de modo errado, tem que corrigir, tem que ser acionado judicialmente, a prefeitura não pode ficar consertando erros que são de empresários.

O vereador Rodrigo de Torneiros reclamou que faz um bom tempo que patrolas não passam pela estrada de Torneiros a Carioca e por dentro de Torneiros. "A população está sofrendo, sendo necessário pelo menos um paliativo, e outra coisa que precisa ser feita é aumentar a estrada do distrito,  iluminá-la e asfaltá-la, além dessa situação, até o momento, não foram iniciadas as obras da sonhada creche de Torneiros, a empreiteira já ganhou a licitação, sendo necessário que o Executivo acelere o processo". O vereador disse também, que há ruas com muito mato no bairro Vila Maria, e o lote vago onde ficava um abrigo para crianças virou um grande problema. "|esse local está sendo usado como ponto de usuários de drogas e outros atos, o sonho de moradores do bairro é a construção de uma unidade básica de saúde nesse lote, pois, para terem atendimento médico, têm que se deslocar até o bairro Providência".

O vereador Marcus Vinícius aproveitou a fala do colega e disse que, mais ou menos um ano atrás, o vereador Rodrigo usou a tribuna da Câmara para dar a notícia de que Torneiros receberia base para asfaltamento até Carioca. "Uma promessa do poder público, e que, à época ponderei que a notícia não passava de promessas, o que está sendo confirmado, pois, passado um ano, nada foi feito, e me lembro que outra promessa foi a construção de um grande complexo em Torneiros, e espero que as obras sejam iniciadas" cobrou o presidente da Câmara.

O vereador Carlos Roberto Lázaro leu o requerimento solicitando ao secretário municipal de saúde que envie ao seu gabinete todas as informações sobre projetos anunciados quanto ao Hospital Nossa Senhora da Conceição e à Prefeitura de Pará de Minas referente a serviços de marmitex e lavanderia. "Estou pedindo ao secretário Paulo esclarecimentos quanto ao  funcionamento do processo, ao gasto financeiro para o Hospital, aos benefícios que tais projetos podem trazer para o Hospital e para a população".

O vereador Marcus Vinícius disse que, cerca de trinta dias atrás, a Câmara enviou ao secretário de saúde ofício assinado por quinze vereadores, solicitando informações sobre entrega de marmitas pelo Hospital. "Até o momento a resposta não chegou à Câmara e, se até a próxima semana a resposta não chegar, acionarei o Ministério Público" afirmou.

Veja mais fotos aqui.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Pará de Minas